Scalp e cateter: entenda as diferenças

Scalp e cateter: entenda as diferenças

Muitos pacientes ficam na dúvida quanto a diferença entre o scalp e o cateter. Em geral, scalps podem ser considerados cateteres que ficam menos tempo no acesso venoso do paciente.

Scalps são conhecidos popularmente como “butterfly”. O equipamento, é uma agulha acoplada a uma mangueira, que se conecta com uma seringa para administração de medicações. Inicialmente, o processo acontecia de modo dolorido para muitos pacientes, especialmente se as agulhas precisavam ficar no corpo por mais de 24 horas.

Os antigos escalpes eram feitos para que o paciente, se movesse o braço, não o dobrasse nem tirasse o equipamento do lugar. O scalp era colocado de modo intravenoso e prendido com um esparadrapo.

Com o avanço tecnológico, uma nova técnica ganhou o mercado: o cateter. Além de evitar vazamentos, também garante maior mobilidade e menos dor para o paciente.

Segurança

Os cateteres proporcionam conforto e segurança, tanto para os profissionais, como para os pacientes. Com agulhas feitas com aço inoxidável com facilidade em perfurar a pele, são recomendandos justamente em casos de medicação prolongada, por menor risco de lesão.

Atualmente, o scalp é colocado em casos de medicação de rápida duração, em que o paciente não precisa ficar internado durante muitos dias. Já o cateter, é usado quando a medicação intravenosa se faz necessária durante um longo período.